A mudança de mindset e novo layout do escritório da ABInBev em Jaguariúna.

A expertise da Capoano Arquitetura de trabalhar na criação de ambientes corporativos para o segmento de transformação digital foi o diferencial para que o escritório fosse contratado para facilitar os processos no novo departamento instalado no office da ABInBev, em Jaguariúna. A empresa com sede na Bélgica decidiu deixar de contratar prestadores de serviços para desenvolver a tecnologia que precisava e investir na criação de um departamento específico para concentrar toda a inteligência da companhia. Para aplicar uma nova metodologia no processo de produção, o site precisava passar por expansão e todo layout do espaço ser reformulado para atender às particularidades que o ambiente de trabalho para um desenvolvedor exige.

O principal desafio neste case foi mudar o mindset dos colaboradores, quebrar a resistência ao novo e conquistar a confiança de que a nova paginação do departamento que estava surgindo, embora parecesse labiríntica a princípio, seria altamente funcional no dia a dia.

Foram 70 dias de obra em quase 2.000m2, dividida em três etapas para não afetar muito o ritmo de trabalho já que o escritório estava em operação. A primeira intervenção foi na gestão visual do setor onde trabalham os desenvolvedores. Os times foram setorizados por divisórias de vidro de tamanhos diferentes posicionadas em vários sentidos criando um layout menos sequencial. Uma série de paredes de lousa que, não só proporcionam uma acústica mais eficiente, mas também possibilitam uma superfície mais ampla para escrita e, portanto, uma visualização melhor de cada etapa do processo. Na hora de compor o design da decoração, duas características foram determinantes. A marca forte e o fato dos colaboradores vestirem mesmo a camisa da empresa. A inspiração para a arte feita nos quadros e paredes foi, sem dúvida, o universo do produto que fabricam, a cerveja, com cores e símbolos de cada uma delas. A sala de reuniões, por exemplo. Ganhou trigo, malte, cevada na forma de um grande grafite.

A segunda etapa da reformulação foi criar a possibilidade de salas de reuniões modulares numa outra parte do departamento. Neste setor, cada um dos seis times com aproximadamente 20 pessoas passou a ter a possibilidade de trabalhar

separadamente ou agrupados. Para garantir esta flexibilidade, as divisórias de vidro instaladas também precisavam ser retráteis. Por se tratar de uma empresa global, onde há a necessidade frequente de comunicação remota, cada um dos blocos recebeu infraestrutura de videoconferência independente, com sistema de audio e video já prontos para ser liberado. A cereja do bolo desta reformulação veio com a criação de um espaço de

convivência bem central, o bar Stella. As bebidas que até então era oferecidas em

grande variedade na empresa, mas apenas engarrafadas passaram também a ser disponibilizadas como chopp. Para trazer o aconchego que um ambiente de confraternização requer e um toque de descontração, foram usados no piso revestimento de madeira, na parede papel que imita tijolos a vista e cimento queimado. Estantes feitas sob medida com madeira e ferro e a iluminação instalada em trilhos, deram um ar mais industrial ao Point. Numa ilha localizada no meio do espaço foi erguido o bar com banquetas mais despojadas para sentar e ao canto um lounge com poltronas de design bem confortáveis.

Na última etapa, como o nível de contratação já era alto, foram criados mais 120 postos de trabalho e construído o Cafe do Bem, um espaço que também funciona como copa e cozinha, onde os colaboradores podem usar como apoio para as refeições ou fazer uma descompressão durante o expediente. No chão, o piso vinílico delimita o ambiente integrado e a marcenaria cria um design diferenciado. Com a remodelação da arquitetura, o espaço ficou bem mais funcional, mas também muito mais agradável, moderno e bonito, com mais opções de interação entre os colaboradores.

Escritório de arquitetura especializado em criação de

projetos e obras corporativas.

(19) 2660-1887 | (19) 99169-3228