A transformação de um espaço bruto em um ambiente acolhedor e com muito storytelling arquitetônico. 

Conheça a nossa maior obra para a CI&T, em Campinas-SP.

O imenso galpão usado para armazenar o estoque de uma fábrica de produtos eletrônicos localizado bem ao lado da CI&T era o local perfeito para fazer a expansão da empresa. O espaço era amplo, pé direito com mais de 7 metros e a estrutura usada, até então, como docas tinha um estilo bem bruto, industrial mesmo, que poderia ser bem aproveitado num novo projeto.

Quando o prédio ficou vago, não perdemos a oportunidade de transformar o chão de fábrica num site de produção de tecnologia integrado à planta já existente. Para adequá-lo às necessidades da nova empresa foi iniciado um projeto de co-criação, seguindo a metodologia de design sprint, cujo foco  principal era trazer bem estar para os colaboradores e conquistar com isso o engajamento e envolvimento deles. 

 

Toda a linguagem visual foi trabalhada em cima do conceito do desbravamento e descoberta. Na recepção, onde clientes e visitantes tem o primeiro contato com a empresa, foi feita uma intervenção artística que deu vida aos astronautas usando stencil e spray. Salas de reunião e espaços de descompressão ganharam nome de grandes exploradores e um breve descritivo sobre eles foi adesivado nas portas.  Mas, sem dúvida, um dos espaços mais instagramáveis desta nova fase da obra foi o túnel cinematográfico que criamos no acesso restrito apenas aos colaboradores. Com tinta preta e uma fita de led de alta resistência fixada no piso, teto e paredes, formamos uma espécie de espiral quadrada que convida quem chega a embarcar numa viagem de exploração tecnológica. Uma proposta futurista que se contrapõe aos tsurus utilizados na primeira fase da obra, quando os funcionários foram convidados a confeccionar os passarinhos de papel, num total de 600, que são o símbolo de saúde na cultura japonesa.

O maior desafio deste projeto foi transformar o prédio com estrutura bruta e bastante amplo em um local de trabalho acolhedor. Depois que escondemos todo o cabeamento de elétrica e dados em uma parede falsa e conseguimos através de uma calha que percorre todo o perímetro do site alimentar as mesas de trabalho, ficamos com  o espaço mais livre para aproveitar toda a amplitude.

Aproveitamos a estética industrial do prédio, explorando materiais mais rústicos como o concreto, a madeira e o couro e adotamos várias estratégias para humanizar o ambiente. Sem dúvida, a principal delas foi a criação de áreas de estar e descompressão para os colaboradores, com direito a estúdio de música com todos os instrumentos para fazer um som, sala de wellness para sessões de yoga e exercícios funcionais e até escorregador como opção mais lúdica que a escada industrial e uma rede de trapezista suspensa para relaxar o corpo e a mente. 

O resultado foi tão satisfatório que é um orgulho apresentar a empresa para quem é de fora. A prova disso já se percebe na recepção onde é possível enxergar parte do site através de uma estante vazada. Aliás, durante o dia inteiro o controle de acesso das portas principais é liberado deixando refeitório e lanchonete disponíveis para os convidados entrarem e se apaixonarem pela estrutura que ficou mesmo diferenciada.

A CI&T passou a contar com 350 novas posições em duas áreas de staff distintas, separadas por um largo corredor central. Preparamos salas para vários tipos de reunião, desde uma mais informal com sofás ou mesas mais altas até cabines de telefone, bem ao estilo americano, reservadas para tratar de assuntos mais particulares no dia a dia da empresa. Também foi construída uma arena com capacidade para 160 pessoas, com infraestrutura de som, iluminação cênica e transmissões para realização de qualquer tipo de evento. A Arena Verne, como é chamada, foi feita com painéis acústicos retráteis, o que permite que os ambientes sejam integrados de acordo com a necessidade sem interferir no trabalho da empresa.

Num mezanino construído com estrutura metálica foi criada a sala Cérebro, toda envidraçada com visão total do site que serve de cenário vivo para a transmissão. Neste espaço flutuante unificado ao restante da empresa, funciona o estúdio de gravação de conteúdo audiovisual e podcasts.

Para finalizar, exploramos o verde em vários pontos do projeto. Usamos plantas preservadas nas vegetações pendentes e nas árvores que saem de dentro das mesas que servem de apoio para quem participa dos eventos. Os grandes pilares do prédio foram revestidos por uma estrutura de mdf que abraça o concreto, esconde detalhes clássicos existentes e faz alusão a árvores erguidas no corredor central onde clarabóias trazem luz natural para o espaço.

Capoano-contato

Escritório de arquitetura especializado em criação de

projetos e obras corporativas.

(19) 2660-1887 | (19) 99169-3228